sábado, 7 de fevereiro de 2009

Retratos de um sábado comum

Querido blog,

Hoje eu acordei meio-dia, sem interrupções. Dormi 8h30 consecutivas. Liguei pra minha prima para combinar o horário de levá-la pra fazer vestibular. Aí 12h40 fui pra casa dela. Saímos de lá 13h10, achando que num ia dar tempo de chegar 13h30 no local da prova, mas eu sou piloto de fuga e chegamos 13h35 mesmo nos perdendo no meio do centro confuso de Santo André.

Voltei pra casa, peguei o meu irmão e almoçamos no Shopping. Comi um n° 3 com batata e Coca grandes. Aí voltei pra casa, fiz uma horinha e a minha prima me ligou. Fui buscá-la. O calor tava de matar e ela queria beber alguma coisa. Passamos no Mc pra ela tomar um refri. Comi uma casquinha e ela comeu nuggets (eu comi dois também, porque é foda deixar os outros comerem sozinhos).

Aí fui na empresa do meu pai pra ela usar a internet. Aí minha mãe ligou e disse que era pra levá-la no bingo com minha tia. Aí a minha prima me chamou pra ir na praia comer peixe com os amigos dela e voltar de madrugada. Finalmente uma proposta diferente para um sábado. Eu topei. Levei minha mãe e minha tia em Santo André e vim em casa usar um pouco a internet.

Aí, provavelmente por eu ter topado ir à praia, começou a chover muito e eu liguei pra minha prima pra ver se ia mesmo com chuva, ela disse que ia ver. Aí minha mãe ligou pedindo pra buscá-las em Santo André. Saí de casa e peguei um trânsito do caralho até o meio do caminho. Aí eu fiquei puto, mas nem tanto, tava ouvindo música, numa boa. Aí depois de 40 minutos, completei um caminho que faço em 15 ou menos. Aí minha mãe resolveu ganhar um bingo bem na hora que cheguei e tinha que esperar receber.

Eu parado no lugar que não pode, estragando todo o trânsito em frente ao bingo, o álcool do carro acabando, o vidro embaçando e eu não podia desligar o carro pra caso precisasse sair. Aí sim eu fiquei muito puto. Quase 10 minutos esperando ela sair.

Aí eu tava puto e minha mãe me deu 50 reais do prêmio pra eu não ficar nervoso. Aí me senti um taxista e fiz beicinho. Mas esqueci os "pobrema de nelvo" rapidinho. Gostei da bonificação. Aí a minha prima ligou e disse que não iam mais, mas que iam na MORADA DO VINHO (o tipo de lugar que eu não frequento) e perguntou se eu não queria ir.

Olha bem minha cara de quem queria ir na Morada do Vinho já de saco cheio como eu tava >>>>

Aí cheguei em casa, troquei de calça e fui na casa da vizinha de frente, pois era festa de aniversário dela. Uma gritaria infernal, criança pra todo lado correndo, gente bêbada falando alto e repetindo história e piada. E eu querendo assistir o BBB na sala. Aí comi lanchinho, esfiha, bauruzinho, tomei Coca, cantei parabéns, comi bolo e pra mim já deu.

As opções eram: assistir Zorra Total no meio da zorra total da festa ou vir pra casa ficar no meu canto de saco cheio.

Voltei pra casa e aqui estou.

Eu reclamo, mas tô feliz!



Agora vamos brincar, pessoal:

1. Quantas vezes o Elmo escreveu "aí" no texto?

2. Quantos km o Elmo rodou de carro hoje?

3. Quantas calorias o Elmo ingeriu hoje?

E a pergunta mais importante:

4. Por que o Zorra Total ainda está no ar?