segunda-feira, 30 de março de 2009

Não tem jantar? Dá-se um jeito

Ontem fui de bicão num casamento. O irmão de uma amiga foi o padrinho e sobrou um convite da família dele. Já entenderam como tudo aconteceu, né?


Ser bicão não é o tema do post. Depois de rir durante toda a cerimônia, sentir uma fome sem fim ao sentir o cheiro de pipoca que invadia a igreja na hora do "sim"e comer a pipoca na saída, seguimos para a festa. A festa, essa sim, é o motivo para eu escrever. Mais precisamente, o tema é a refeição.

Chegando lá, cumprimentei os noivos e desejei felicidades como se os conhecesse há dezenas de anos e logo depois começou a comilança.

Era bolinha de queijo, de carne seca, coxinha, esfiha, kibinho e todos aqueles salgadinhos irresistíveis de festa, que não acabava mais.

Quando já tínhamos experimentado uma gama bem variada de petiscos, bateu uma dúvida e minha amiga me perguntou: "Será que vai ter jantar? Porque aí a gente num se entope de salgadinho pra poder comer o jantar... Outro dia fui num casamento que serviram um monte de salgado e no final teve mesa de massas. Eu quase não comi..."

A partir daí, minha mente só me dizia "mesa de massas, mesa de massas, mesa de massas".


Foi então que eu falei: "Nem sei se vai ter, vamos perguntar para a próxima pessoa do buffet que passar?"

E ela: "Pergunta, ué."

Encorajado assim, não hesitei. Passou uma garçonete com uma bandeja, nos ofereceu, e eu perguntei: "Vai ter jantar? Mais tarde?"

A garçonete disseu que não... aí meti a mão na bandeja, peguei duas bolinhas de queijo, virei pra minha companhia e disse: "Então eu vou me entupir de salgadinho!"

A garçonete riu, virou as costas e partiu, provavelmente pensando que eu sou um esfomeado que esteve preso numa ilha durante 100 dias. Minha amiga morreu de vergonha e chorou de rir.

Quando fui contar a história, recebi o adjetivo mais adequado ao meu estilo de ser em festas: esganado.

E eu lá sou homem de ir em festa pra fazer desfeita? Me chamou, é porque quer que eu coma e depois fale bem da festa, que estava tudo muito bem servido.

3 comentários:

Ícaro Vinícius disse...

Pela risada da garçonete achei que tivesse te enganado.
Já estava imaginando as suas expressões e interjeições após se deparar com as massas!

El Club Silencio

.::Li Hormigo::. disse...

Mas sabe o que é legal mesmo?? Falar mal dos casamentos...é mtooooo mais inbteressante!! Rsrsrs
Bjotelinkei

lari disse...

ahhahaha

Adoro ser a responsável por apelidar os amigos esfomeados.
Ou melhor, esganados... neste caso! hahahahaha

Vida, sou igual vc.
Quando tiver sobras de convite ai, pode me levar tbm, que eu não me envergonho de andar contigo! ahahha

Beijos!!