segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Acomode-se também

Ah! O comodismo. O bom e velho. O ser humano é um bicho extremamente acomodado. Vou usar um exemplo babaca, mas que com um pouco de esforço e imaginação pode ser interpretado como metáfora e encaixado em diversas situações.


Um torneira espanada em casa. Para começar é uma beleza. Abrir é como em qualquer outra. Para fechar, o defeito é percebido: gira gira gira e a malcriada não fecha.

O que fazer em uma situação dessas? Chamar alguém que feche o registro e troque o equipamento? Ledo engano.

Comum mesmo é que os moradores da casa se habituem com o problema, aprendam um macete para fechá-la com facilidade e deixem do jeito que está.

É tão mais simples deixar as coisas como estão... Deixa rolar aí.

Um comentário:

Lois Lane disse...

Texto que se aplica a outras áreas de nosso cotidiano. Muito legal.
Bjo!