segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Contundindo-se sozinho


Um amigo meu essa semana sofreu uma contratura muscular que o deixou sem poder nem respirar direito. Uma dor nas costas digna de Matusalém.

Dores nas costas são comuns hoje em dia. Resultado de má postura, excesso de peso em mochilas e bolsas, entre outras causas, é um mal que atinge grande parte da população.

Mas o meu caso do meu amigo foi mais, digamos, grave.

Ao voltar de uma festa, ele chegou em casa com uma vontade doida de cagar. Achou até que algo que tinha comido na confraternização tinha feito mal e que iria ser aquela caganeira inescrupulosa. A barriga
resmungava enquanto ele corria pro banheiro. Chegou lá, surpreendeu-se com o material sólido expelido. Foi mais peido do que merda. E foi merda também. Enfim...

O acidente aconteceu na hora de se limpar. Ao torcer o braço pra trás, pra alcançar o furico, deu um mal jeito nas costas. A fisgada foi intensa. E em seguida ficou meio dolorido, mas meu amigo achou que fosse melhorar depois que dormisse.

Só piorou. De manhã, ele mal conseguia andar pela casa. Nada que um relaxante muscular potente e uma tarde inteira dormindo não resolvessem.

Pior foi o pai do meu amigo, que, como o meu, é médico, dizer pra ele antes de liberar a dose do remédio: "Precisa se exercitar". Exercitar o que, exatamente? Cagar mais vezes ao dia? E a culpa, então, é do condicionamento físico nota zero. Aí eu pergunto: tem coisa mais chata do que "se exercitar"?

Hoje meu amigo está bem das costas e voltou a sorrir.

Um comentário:

.::Li::. disse...

Ahauhauahauhauah
Chorei de rir...além do desconforto intestinal, digamos, assim...teve dor nas costas?? OMG!
Bjoooos