segunda-feira, 23 de abril de 2007

Sem espuma não limpa

"CH3(CH2)10CH2(OCH2CH2)nOSO3Na". Bonito, não? Gravem bem essa fórmula. Ela é de uma substância inventada pelos deuses. Pobres das indústrias de cosméticos que fazem um mal uso dela.

O apelido dessa maravilha é Lauril Sulfato de Sódio (SLES) e é essa a responsável por fazer espuma, além de ser um ótimo agente desengordurante.

Chega de explicações técnicas e vamos logo ao que interessa. O post de hoje é exclusivo para propor uma discussão sobre espuma, principalmente sobre shampoo que não faz espuma.

A minha indignação sobre o assunto já é antiga, mas retornou à minha mente insana há pouco tempo, quando acabou o shampoo que uso em casa. Quando isso ocorre (e tenho certeza de que não é só comigo) as pessoas geralmente usam o que estiver disponível, ou o produto de outrem, ou o sabonete, ou qualquer coisa que estiver ao alcançe.

Fui usar um shampoozinho sem-vergonha que não faz espuma e estava de bobeira no box. A primeira coisa que eu fiz foi pegar a embalagem e ler a composição. Tinha Lauril, mas deve ser em dose econômica...

Desde criança tenho a impressão de que se o lava-cabelos não fizer muita espuma, até a cabeça parecer coberta por um capacete de gesso, não estarei com a cabeleira limpa.

Fica o apelo para as empresas: mais Lauril em suas linhas de produtos.

Um comentário:

Denise Moura / CONTATO: denisejmoura@yahoo.com.br***** disse...

Se você com esse cabelo curto tem problemas com espuma,imagine eu com esse cabelo cheiaço e duro ...
Só por Deus mesmo!!!