domingo, 28 de fevereiro de 2010

Sobre suicídas

É... mais uma história de trem. Essa semana, a viagem do trabalho pra casa me rendeu mais um tema para tratar aqui. Após parar em uma estação, o trem precisou esperar para sair. O motivo fica bem esclarecido no pronunciamento do maquinista: "Estamos parados devido a uma pessoa deitada na linha do trem. Estamos aguardando a segurança retirar."

Para alguns, o assunto "suicídio" pode parecer polêmico. As pessoas falam pouco sobre isso. Não aparece em telejornal, não aparece na novela.

Vira e mexe, vejo alguém comentar que o trem ou o metrô atrasou por causa de alguém que tentou se matar ou se matou de fato jogando-se na linha. Eu nunca tinha passado por isso, de estar presente em uma dessas ocasiões.

Mas assim... eu acho que se a pessoa quer se matar com tons dramáticos, tem que saber fazer direito. No caso da pessoa que deitou na frente do meu trem essa semana, não houve planejamento adequado. A criatura teve a moral de esperar o trem parar na estação pra descer na linha e deitar, achando que o trem iria se mexer mesmo assim. Parece que fez só pra atrapalhar a vida dos outros. Quer morrer na linha do trem? Se joga na frente dele quando ele estiver em movimento, de preferência em boa velocidade.

Na boa, pra mim gente que tenta se matar é porque não queria mesmo se matar. Se a pessoa vai com vontade, ela dá um tiro na cabeça, se joga de um prédio bem alto ou toma uma bela dose de estricnina. Esse negócio de fazer cena em frente a transportes públicos, cortar pulsos com a família toda em casa ou se auto-medicar um punhado de calmantes é muito emo pro meu gosto. Gente que quer chamar atenção a qualquer custo me cansa. E me irrita profundamente quando o modo de fazê-lo é "tentando" se matar.

Pessoas que tentam se matar (e as que conseguem também) não tem a menor moral comigo. Elas deviam mesmo conseguir, pra ver o que é bom pra tosse. Não consigo imaginar um bom motivo pra um suicídio. A vida é muito maravilhosa em suas sutilezas. Nada deveria ser justificativa pra cometer abominável ato.

Pode ser que eu só esteja falando assim por ter uma vida feliz. Mas digo e continuarei dizendo que quem pensa em suicídio é um puta d'um covarde que não quer enfrentar os problemas, superar as dificuldades. É a saída mais rápida e fácil. Só que a vida taí pra ser vivida, pra você resolver seus dilemas, pra você fazer dela algo que valha a pena, por piores que sejam as circunstâncias. Viver não é fácil pra ninguém. Todo mundo tem barreiras a transpor.

Então, olha só, fica a dica: Tá deprimido? Vá tomar no cu procurar um psicólogo e pare de atrapalhar a vida de quem quer voltar pra casa sossegado.

3 comentários:

Erick disse...

"Gente que quer chamar atenção a qualquer custo me cansa." huahauhauahuahua Bota mais um voto aí.

Caio disse...

Essse povo fazendo cena, pra dar uma de coitado... ai ai ai. SPM neles

.::Li::. disse...

Pois é, eu tb presenciei um suicídio no metro linha 2 faz 2 semanas....bem na sexta, na hora do rush....não tive coragem de ver o copor lá de cima, no saguao da plataforma da linha 3, vermelha.
Pessoas subiam se esvazindo em lágrimas pelo desconhecido.
Triste. Surreal.
Bjs